Apresentação

O Curso de Medicina da Unifadra/Faculdades de Dracena contempla as habilidades definidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais e compreende atividades de ensino, pesquisa e extensão, consideradas num modelo integrado.
A Unifadra/Faculdades de Dracena, apoiando a política governamental, faz uma opção clara em seu Curso de Medicina pelo enfoque ampliado da saúde, compreendida aqui como o campo em que se inscrevem as múltiplas dimensões indissociáveis do ser humano, para além dos fenômenos biológicos e orgânicos, considerando sua inserção no contexto sócio-histórico e as relações que constrói a partir dessa inserção. É um espaço de convergência de ações e discursos das áreas de saúde, ciências sociais e ciências humanas que se voltam para as questões pertinentes ao tratamento, prevenção e a promoção da saúde, em espaços públicos ou privados, formais ou informais, nas organizações de trabalho, nas instituições de educação, na família, nos movimentos sociais, em sistemas cooperativos e organizações do terceiro setor, entre outros.

 

 » Proposta
O Curso de Medicina da Unifadra/Faculdades de Dracena propõe:

- Formação para a prática da cidadania, entendida aqui como um conjunto de ações politicamente comprometidas, norteado pela necessidade de novas respostas aos problemas dos homens em sua relação com outros homens, com as coletividades e com as questões ambientais.
- Desenvolvimento não só de competências para uma atuação profissional na área de saúde, mas da capacidade de avaliar, criticar, interagir, integrar e reformular as práticas profissionais sempre que a diversidade dos indivíduos e das coletividades exigirem uma análise que privilegia as especificidades de cada caso.
- Ênfase nos preceitos éticos, técnicos, políticos e ambientais que revelem o respeito à diversidade.
Busca da compreensão do processo saúde-adoecimento em sua ligação estreita com as questões ambientais, sociais e culturais.
- Revisão das relações de poder, historicamente construídas que acabaram por colocar os atores sociais (organizações, sujeitos e as coletividades) em uma relação de submissão aos profissionais de saúde.
Busca da apropriação do processo saúde-adoecimento pelos atores sociais (organizações, sujeitos e coletividades).
- Busca da conquista de autoconfiança e protagonismo dos atores sociais (organizações, sujeitos e coletividades) em relação ao processo saúde-adoecimento e à qualidade de vida.

- Construção de uma mentalidade de coparticipação em relação às responsabilidades que cercam o processo saúde-adoecimento.

 

 » Diferencial
O Curso de Medicina da Unifadra/Faculdades de Dracena se relaciona com metodologias que visam ao maior envolvimento dos alunos na busca do conhecimento, Metodologias Ativas de Ensino-Aprendizagem Baseadas em Problemas (PBL – Problem Based Learning), preconizando um processo de ensino e aprendizagem que coloque o aluno como protagonista.

 

 » Autorização:
Processo: CEE - Portaria CEE-GP-51, de 22-2-2017

Habilitações: Bacharelado 
Vagas: 66 
Período: Integral
Duração: 12 semestres
Carga Horária: 7.673 horas 

 » Coordenação:
Profa. Dra. Marilda Aparecida Milanez Morgado de Abreu
Doutora em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)

e-mailmedicina@fundec.edu.br
Fone: (18) 3821 9000 – ramal 9020